domingo, 4 de setembro de 2011

Valores Eternos


"Eis que eu vos digo que Ele (Deus) não muda; se mudasse, deixaria de ser Deus , e não deixa de ser Deus"(Mórmon 9:19)


Nossos valores determinam a importancia que damos a tudo que está em nossa volta. Eles ditam nossas atitudes e ações em relação à família, aos amigos, aos bens materiais, às atividades na Igreja, e a todas as outras facetas da vida.


Todos os dias nos defrontamos com circusntancias e escolhas que põem à prova nossos valores pessoais e requerem decisões que fortalecem ou enfranquecem tais valores. Precisamos avaliar as influências sofridas por nosso valores e metas. Nossos valores podem ser ditados pelos padrões instáveis e transitórios do mundo, ou determinados pelos padrões imutáveis e eternos do Senhor.

Quando nos comprometemos verdadeiramente com o valores centralizados em Cristo, nossa vida torna-se sujeita a incertezas, confusõoes e erros. OÉlder Royden G. Derrick explicou: "(O Senhor) diz, falando da humanidade: ' Pois se desviarem dos meus estatutos, e quebraram o meu eterno convênio'.Depois continua: ' Não buscam ao Senhor para estabelecer a sua justiça, mas cada um segue o seu próprio caminho' (D&C 1:15-16). Isso é tão verdadeiro! Quando cada um toma sua própria decisão a respeito do que é certo e que que é errado, temos tantos sistemas de valores diferentes que não podemos, de forma alguma, ser como Jesus nos ordenou...Quanta gente temos espalhada pelo mundo todo, que tenta estabelecer suas próprias regras, seus próprios sistemas de valores, e determinar o que é certo e o que é errado a respeito da verdadeira filosofia e Evangelho do Senhor Jesus Cristo?"

Independentemente das influências do mundo, nós, como santos dos últimos dias, devemos escolher valores consistentes com o Evangelho de Jesus Cristo. Agindo assim, teremos uma base sólida para nossa vida, uma base de valores eternos imutáveis.

Todos sabem que, na construção de edifícios, alicerces sólidos são essenciais para sua estabilidade. Antigamente, usavam-se grandes pedras para proporcionar essa estabilidade. As grande pedras que uniam os cantos eram conhecidas como pedras angulares e forneciam apoio ou suporte adicional. O Presidente Gordon B. Hinckley explicou que a Igreja esta construída sobre sólidas pedras angulares:

"Nós temos pedras angulares sobre as quais esta grande Igreja dos ´´ultimos dias foi estabelecida e edificada pelo Senhor, num encaixe perfeito. Esses grandiosos dons de Deus são as inabaláveis pedras angulares que fundamentam A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, bem como o testemunho e convicção individual dos membros:
  1. a realidade e divindade do Senhor Jesus Cristo como o Filho de Deus;
  2. a sublime visão do Pai e do Filho concedida ao Profeta Joseph Smith, dando início à dispensação da pelnitude dos tempos;
  3. o Livro de Mórmon como palavra de Deus, proclamando a divindade do salvador;
  4. o sacerdócio de Deus devidamente conferido, para ser exercido em justiça para o bem dos filhos de nosso Pai.
Cada uma dessas pedras angulares se prende à outra ligadas por um alicerce de apóstolos e profetas, todas unidas à principal pedra angular, Jesus Cristo (...)
(...) (esta Igreja está) inamovivelmente edificada socbre um fundamento de apóstolos e profetas, com pedras angulares de inabalável firmeza, assentadas por Ele para a realização de Seus propósitos eternos, tendo Jesus Cristo como principal pedra de esquina".

Estabelecido esses valores, com base nos princípios do Evangelho, precisamos aplicá-los à nossa vida. A aplicação diária de nossos valores é um desafio constante. Perguntemos a n´s mesmos como aplicar o que sabemos ao nosso modo de vida. OÉlder M. Russell Ballard perguntou: "Já haveis estabelecido vossas prioridades? Estão elas claramente definidas em vossa mente? Estavam claras quando vos levantastes esta amnhã. e estarão claras amanhã de manhã em todas as manhãs? (...)

(...)Neste momento, confrotamo-nos com a pergunra: 'Vale a pena?' Vale a pena guardar todos os mandamentos? Vale a pena ser moralmente puro? Vale a pena guardar a Palavra de Sabedoria? Vale a pena ser honesto no trabalho (...) e em todos os negócios? Vale a pena pagar dízimos e ofertas? Vale a pena servir fielmente onde formos chamados?"

O Élder Ballard oferece uma resposta direta a essas perguntas:

"quando compreendemos algumas idpeias que o Senhor nos deu nas escrituras, facilmente concluimos que 'sim, vale a pena' (...)

Em todos os momentos de cada dia enfrentamos decisões baseadas no treinamento que recebemos no lar e na Igreja. As diretrizes são claras, e nossa visão deve estar posta na meta de longo alcance que é qualificar-nos para herdar o mais alto grau de glória no reino celestial".

Quando alicecarmos nossa vida nos valores eternos do evangelho, nós estamos moldando segundo a vida do Salvador.O élder William R. Bradford disse: "Nosso Meste, Jesus Cristo estabeleceu um modelo em todas as coisas, e com este decreto conclamou todos os homens a segui-lo: 'Em vedade, em verdade vos difo que este é o meu evangelho; e sabeis o que deveis fazer em minha igreja; pois as boras que me vistes fazer, essas também fareis; porque aquilo que me vistes fazer, essas também fareis; porque alquilo que me vistes fazer, isso mesmo fareis'."

O desafio é moldar nossa vida segundo a do Salvador dura a vida inteira. Tornar-se como Ele é requer esforço. Seus valores, imutáveis e eternos, deverão, no final, tornar-se nossos.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário